Saltos altos e varizes
25 de julho de 2017
Viagens Longas
25 de julho de 2017
Exibir tudo

Tipos de varizes: Existem varizes internas?

As varizes são veias tortuosas, dilatadas, que se tornam visíveis. Apresentam diversos tamanhos e podem causar desconforto estético, dor, edema (inchaço) e até úlceras nos membros inferiores.

As varizes podem ser divididas em varizes primárias e varizes secundárias.

As varizes primárias aparecem devido a uma tendência genética, podendo ser acelerado por fatores externos como anticoncepcional, posição de trabalho, gravidez, obesidade, sedentarismo.

As varizes secundárias que aparecem principalmente após um evento de trombose venosa profunda e são de tratamento mais difícil. São menos frequentes que as varizes primárias.

As varizes secundárias são chamadas popularmente de “varizes internas”. “Varizes internas” não existem. O que existem são alterações em veias mais distantes da pele (veias mais internas), que em geral são varizes secundárias, e estas varizes é que são muitas vezes chamadas de “varizes internas” pelos pacientes.

Para facilitar o seu entendimento, posso dividir as varizes em:

“Leves” – em que os sintomas são leves, existem poucas varizes e vasinhos e a principal queixa é estética.

“Graves” – quadro mais avançado, porém menos frequente, em que os sintomas de peso, cansaço e inchaço são mais exuberantes. Existe em geral comprometimento de veias importantes como as Veias Safenas. Podem evoluir com sangramentos, úlceras ( feridas), inflamações, infecções, vermelhidão, manchas, espessamento da pele, dor, flebite.

Existem classificações mais científicas das varizes que nós médicos utilizamos para definir o tratamento.

No próximo post falarei sobre isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *